acorda, arapiraca!

As vereadoras Gilvania Barros, Graça Lisboa e Aurélia Fernandes resolveram destruir o papel da Casa Legislativa da cidade [a separação entre religião e Estado] com uma encenação de uma Via Sacra dentro da Câmara. Isso jamais ocorreu desde a sua fundação. Parece que os ventos teocráticos começam a soprar por aqui e as vereadoras não perderam tempo, correram para cristianizar o espaço da laicidade na vida pública brasileira. Avisaram que esta seria uma homenagem pela preocupação com o estado de saúde de uma funcionária da casa. Será que o evento não poderia ter lugar numa igreja ou num ambiente privado? Isso é um perigo e um sinal da incapacidade dos nossos vereadores assumirem o papel político adequado àquele espaço. E o Ministério Público vai dizer o que sobre isso?

Três meses do terceiro mandato de Célia Rocha parece uma involução na história da prefeita e um mal-estar para a cidade. De janeiro a março a prefeitura parece engessada, com initerruptas reuniões e projetos a serem discutidos e desenhados. A impressão é de que a cidade parou e continua na expectativa da chegada da prefeita. Quando olhamos para trás a sensação é a de que Luciano Barbosa foi mais ativo e enérgico nas ações e a cidade parecia vibrar. É um sentimento de inanição executiva mas não implica em afirmar que a prefeita não tenha vontade e competência para fazer um bom governo. Mas que a coisa está parada, isso é muito presente.

O governador de Alagoas é um irresponsável. E sua irresponsabilidade deve ser creditada a maioria dos eleitores alagoanos que voltaram a dar à ele seu voto na última eleição. credite-se à isso também o silêncio sepulcral da nossa Câmara de Vereadores e de nossa Assembléia Legislativa, todos unidos para manter o caos na vida universitária local. A UNEAL está em seu oitavo mês de greve (milhares de universitários com sua vida acadêmica impedida de seguir) e não há no horizonte nenhuma promessa efetiva de mudança nesse quadro. O reitor Jairo Campos já procurou intervir inúmeras vezes para que a greve pudesse acabar mas o governo de Téo Vilela está firme na intenção de destruir a única universidade pública do estado e negar o direito para muitos alagoanos serem diplomados.

Parece que o aeroporto de Arapiraca já teria um novo endereço. Tratar-se-ia do sítio Breu, na zona noroeste da cidade, com acesso à AL-220, na área não duplicada. Técnicos da SEINFRA, DER e ITA estiveram na cidade para os primeiros levantamentos. A idéia é a construção de um aeroporto de médio porte com vôos regionais. A obra deve ser iniciada em 2014 e a cidade deve ter um impacto positivo quando da sua inauguração. Muitos arapiraquenses fazem uso do aeroporto de Maceió, e com o crescimento econômico e a visibilidade da cidade, a movimentação e demanda por viagens aéreas nos é bem presente.

acorda, arapiraca! acorda, arapiraca! Reviewed by davy sales on quarta-feira, março 27, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário:

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.